Elenice Maria Lopes: exemplo de servidora

DSC_0001

Com uma rotina diferente de muitos trabalhadores, Elenice Maria de Moraes Lopes, diretora da creche municipal Padre Armando Cavallo, no bairro 1º de Março, pode ser considerada um exemplo de servidora pública. Sua rotina diária começa às 4h30 e termina depois das 23 horas para dar conta de todos os afazeres.

 

A servidora mora no bairro Voluntários da Pátria, região do Pedra 90, e todos os dias precisa atravessar a cidade para chegar até o trabalho, no  bairro 1º de Março, são quase 24 quilômetros de distância percorridos todos os dias. Mas isso não é problema para a servidora, que afirma ter prazer naquilo que faz.

 

Após cumprir o expediente na creche, no final do dia ela segue para a faculdade, onde permanece por mais quatro horas no curso de Pedagogia

.

Servidora efetiva na rede municipal de educação há 14 anos, Elenice prestou o concurso para Auxiliar de Serviços Gerais (ASG) em 2000, época em que tinha apenas o ensino fundamental. No entanto, a força de vontade e a determinação sempre estiveram presentes na vida da servidora, e, em um período de sete anos, já havia concluído o curso de Letras, com habilitação em Português e Espanhol.

 

Em dezembro deste ano, Elenice concluirá um ano de mandato como diretora da creche, eleita pela comunidade. Mas ela já está nesta unidade de ensino há quatro anos. Anteriormente, prestou serviço na escola municipal Aristotelino Alves Praeiro, também no bairro 1º de Março.

 

“Ser diretora não é uma função muito fácil, pois é um cargo que exige muito de nós. Exige que trabalhemos de acordo com a Lei de Gestão, ou seja, com transparência e responsabilidade e nem sempre as pessoas entendem que normas são para serem seguidas e não dá para ser flexível sempre. No entanto, procuro fazer meu trabalho da melhor maneira possível, de forma justa e coerente e sem perder o foco que é a qualidade no atendimento à criança”, disse.

 

Elenice acredita que o papel do educador é desafiador, mas o retorno é gratificante. “Quem trabalha com crianças precisa desenvolver habilidades e competências de leitura e escrita e sempre olhar a educação como algo transformador e, para mediar essa ação, é preciso ser um educador compromissado”.

 

Apesar de ter uma carreira exemplar, sua vida pessoal não foi fácil, tendo enfrentado problemas de saúde e morte em família. Mas nunca se deixou abater. Mãe de três filhos e avó de três netos, Elenice afirma que tem um relacionamento maravilhoso com a família. “A minha primeira profissão na vida foi ser mãe, sempre tive facilidade em amar e ser amada pela minha família”.

 

“Elenice é apenas uma entre tantos outros servidores da Secretaria Municipal de Educação que merecem toda a nossa gratidão e homenagem nesse dia por tudo que fizeram e fazem pela educação do nosso município”, observou o secretário de Educação de Cuiabá, Gilberto Figueiredo.

 

“Eu sonho com uma educação de qualidade, com políticas públicas pontuais, que beneficiem todos os cidadãos não só de Cuiabá, mas de todo o Brasil”, completou Elenice.

 

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS  CLICANDO AQUI

 

Fonte: Rosane Brandão/ Secretaria de Educação

Foto: Jorge Pinho

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!